O que caracteriza o vínculo empregatício? Descubra os 5 requisitos!

O que caracteriza o vínculo empregatício? Descubra os 5 requisitos!

Você sabe o que caracteriza o vínculo empregatício? Alguns requisitos são necessários para a formação do vínculo empregatício, gerando assim direitos previstos na legislação, todos os direitos previstos na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).

Para te ajudar a entender melhor, separamos os pontos que caracterizam o vínculo empregatício. Sendo assim, caso as características abaixo estejam presentes, é considerado vínculo trabalhista.

Atenção: no direito do trabalho prevalece a realidade. Por isso, se a contratação foi feita através de PJ ou como autônomo, importa observar se na realidade, no dia-a-dia do trabalho estão presentes os requisitos do vínculo empregatício.

5 elementos ou requisitos que caracterizam vínculo empregatício

Vínculo empregatício

1 – Pessoa física

Para configurar vínculo empregatício é necessário ser pessoa física, pessoa natural. As leis trabalhistas protegem pessoas físicas, não estendendo a pessoa jurídica.

2 – Pessoalidade

Este requisito é referente ao domínio e exclusividade do serviço. Diferente da contratação terceirizada, que se encaminha o profissional que estiver disponível, a pessoalidade é a característica que comparece no contrato de trabalho somente o empregado que foi contratado é que pode exercer as atividades, não pode ser substituído. Em caso de concursos públicos é necessário contratar um advogado especializado em concursos.

Eventuais substituições, como no período de férias ou licenças médicas podem acontecer, e sempre dependem da autorização da empresa, ou seja, os gestores é que determinam. Quando o trabalhador não pode enviar um colega para trabalhar em seu lugar, significa que seu trabalho tem pessoalidade.

3 – Não eventualidade

A prestação de serviço deve ser frequente. Não é necessário que haja prestação de serviços todos os dias da semana, mas o trabalho deve ser rotineiro.

Por exemplo, o trabalho três vezes por semana, duas vezes por semana e até mesmo uma vez por semana, no caso dos empregados urbanos, já configura o vínculo empregatício.

No caso do empregado doméstico, para ter vínculo é necessário o trabalho mais de duas vezes por semana, segundo a Lei Complementar 150/15. 

4 – Onerosidade

Esse requisito é referente à remuneração do empregado. O empregador deve pagar uma contraprestação pelo serviço prestado e o empregado deseja receber pelo trabalho. Não se trata de trabalho voluntário, que pode ser considerado apenas em situações previstas em lei, sendo necessário estar acordado em contrato.

5 – Subordinação

O subordinado é aquele que cumpre ordens no dia-a-dia das atividades. A empresa determina a carga horária, os horários de chegada e saída, as responsabilidades, a obrigatoriedade de usar uniforme e diversos outros aspectos relacionados à execução das atividades, essas ordens configuram subordinação. O trabalhador que deve cumprir metas ou que recebe alguma penalidade, como advertência ou suspensão é subordinado. 

Obrigações do empregador no vínculo empregatício

Nos casos de vínculo empregatício, o empregador é responsável pelo cumprimento dos direitos, seguir as leis trabalhistas e arcar com todas as despesas para que o empregado exerça as suas atividades. 

Assim, o empregador tem a obrigação, por exemplo de:

  • anotação da carteira de trabalho,
  • conceder férias remuneradas anuais com um acréscimo de ⅓ da remuneração,
  • pagamento de 13° salário incluindo,
  • pagamento de horas extras,
  • conceder intervalo para descanso e alimentação,
  • recolhimento de FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), entre outros.

Cabe lembrar, que o empregador é responsável por fornecer os equipamentos de trabalho, o uniforme, a internet, entre outros, enfim, reembolsar despesas que eventualmente o empregado gastou para realizar suas atividades, etc.

Assim sendo, é importante ter consciência sobre os direitos decorrentes do vínculo empregatício. Havendo dúvidas sobre as novas leis e artigos trabalhistas procure informações com uma advogada trabalhista.

Além disso oferecemos vários tipos de serviços como indenização por acidente de trabalho, consultoria sindical, dentre outros serviços.

Ficou interessado em saber mais sobre leis trabalhistas, vínculo empregatício, seus direitos como empregado na empresa ou no atual trabalho? Clique aqui e entre em contato com a nossa equipe!